Groovy

Groovy + EJB = Feijões Mágicos

Postado em

51015-dd0bc957c5fe42809ec2b9ea3450e031Os conhecidos feijões java chamados de EJB são por si próprio capacitados com muitos poderes. O que aconteceria se, além disso eles fossem objetos Groovy? Acredito que virariam feijões mágicos kkkk !!!! Como fazer? Segue as dicas:

Ferramentas

Use as seguintes ferramentas:

  • Apache TomEE JavaEE 6 application server
  • Eclipse Java EE IDE for Web Developers
  • Groovy-Eclipse plugin
  • Maven

Projeto

Segue os passos resumido do projeto:

  1. Configure o TomEE no eclipse como Tomcat 7.
  2. Crie um projeto web maven: New project -> Maven Project.
  3. Adicione groovy no projeto: botão direto no projeto -> configure -> Convert to groovy project.
  4. Configure o pom para baixar as dependências básicas: junit e groovy.
  5. Crie o EJB com groovy+ teste no junit e rode usando servlet simples.

Fontes

Segue os prints:

pom

ejb

tdd

Servlet

Com a mistura do Groovy  + JEE7 um novo mundo de opções se abre. E você? Gostaria de aprender a usar Groovy? Veja nosso curso Groovy M1 – Pacote Desenvolvedor Groovy. Te aguardo por la…

“Mas as pessoas são tentadas quando são atraídas e enganadas pelos seus próprios maus desejos.” Tiago 1:14

Seja livre com Groovy!

Postado em Atualizado em

imagesVocês já viram aqueles debates sem fim sobre uma coisa ser melhor que outra, no qual não existe uma verdade absoluta? Linux ou window? Vi ou emacs? Tabs ou spaces? Cristiano Ronaldo ou Leonel Messi? Android ou iOS?

Pois bem, é exatamente o que acontece hoje com as linguagens de programação. Muitos defendem as linguagens dinâmicas e outros as estáticas, alguns as fortemente tipada e outros fracamente tipadas. A onda agora é exaltar as linguagens que oferecem programação funcional declarativa e meter o pau nas linguagens imperativas. A questão real é que não existe verdade absoluta, cada uma das opções tem suas vantagens e desvantagens! É uma discussão sem vencedor.

Mas pense comigo…por que você precisa escolher um caminho? Por que não usar todos ao mesmo tempo?

Penso eu que o objetivo de uma linguagem de programação não é forçar ou amarrar o programador a uma determinada forma, mas sim dar opções para ele usar o melhor em cada caso.

É exatamente o motivo do por que eu uso groovy!

Groovy é uma linguagem de programação oop, funcional, imperativa, declarativa, dinâmica, estática, fracamente tipada e fortemente tipada. Ela foi projetada reconhecendo o valor de cada uma dessas abordagens.

Assim, em groovy, é você quem decide a abordagem da programação!!!

O que eu mais curto nela é possibilidade de misturar todas essas opções no mesmo projeto, podendo então extrair o melhor de cada mundo em cada situação especifica.

Seja livre para decidir e ou misturar o melhor de cada abordagem na programação de suas soluções com a JVM. Ficou interessado nessa poderosa linguagem? Veja nosso curso de Groovy.

“Alegrem-se sempre.” 1 Tessalonicenses 5:16

EJB + Groovy = Feijões Mágicos

Postado em Atualizado em

51015-dd0bc957c5fe42809ec2b9ea3450e031Os conhecidos feijões java chamados de EJB são por si próprio capacitados com muitos poderes. O que aconteceria se, além disso eles fossem objetos Groovy? Acredito que virariam feijões mágicos kkkk !!!! Como fazer? Segue as dicas:

Ferramentas

Use as seguintes ferramentas:

  • Apache TomEE JavaEE 6 application server
  • Eclipse Java EE IDE for Web Developers, versão Luna Release (4.4.0)
  • Groovy-Eclipse plugin
  • Maven

Projeto

Segue os passos resumido do projeto:

  1. Configure o TomEE no eclipse como Tomcat 7.
  2. Crie um projeto web maven: New project -> Maven Project.
  3. Adicione groovy no projeto: botão direto no projeto -> configure -> Convert to groovy project.
  4. Configure o pom para baixar as dependências básicas: junit e groovy.
  5. Crie o EJB com groovy+ teste no junit e rode usando servlet simples.

Fontes

Segue os prints:

pom

ejb

tdd

Servlet

Com a mistura do JEE7 + Groovy um novo mundo de opções se abre. Para os interessados no projeto e só me encaminhar um e-mail que eu envio ele zipado. Bom feriado para todos 🙂 !

“A luz raia nas trevas para o íntegro, para quem é misericordioso, compassivo e justo.” Salmos 112:4

Livro: The Groovy 2 Tutorial – An introductory text for budding Groovy developers

Postado em Atualizado em

largeEsse livro de Groovy escrito por Duncan Dickinson é uma cartilha para aqueles que são novos para a linguagem Groovy e quer saber como funciona. Groovy é uma ótima linguagem para aqueles que querem a flexibilidade de uma linguagem dinâmica e com o apoio do ecossistema Java. Groovy é também uma chave para desvendar uma série de outras grandes tecnologias, incluindo Gradle, Grails e desenvolvimento Android. O livro pode ser lido na web grátis. Boa leitura a todos 😀 .

“Mostra-me, Senhor, os teus caminhos, ensina-me as tuas veredas; guia-me com a tua verdade e ensina-me, pois tu és Deus, meu Salvador, e a minha esperança está em ti o tempo todo.” Salmos 25:4-5

Aprenda Groovy no Groovy Web Console

Postado em

google-app-engine-groovyPara aqueles interessados em aprender Groovy sem instalar nadinha na sua maquina, é só usar o Groovy Web Console: http://groovyconsole.appspot.com/ . Veja essa e outras informações no nosso curso oficial de Groovy: GRV M1 – Desenvolvedor Groovy.

“Nunca digas: Por que foram os dias passados melhores do que estes? Porque não provém da sabedoria esta pergunta”. Eclesiastes 7:10

Groovy In Action 2 – A última jornada…

Postado em Atualizado em

20150821_095628_LLS

Começando hoje a última jornada em groovy. Para os interessados em comprar esse livro, gastei $47.99 em formato PDF –  http://www.manning.com/koenig2/

“Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele.” Provérbios 22:6

Groovy, uma jornada inesperada…

Postado em Atualizado em

20150724_122025_LLS

Você já teve o sentimento de comprar um coisa no shopping achando que pago barato, feliz da vida com a nova aquisição, mas quando desce para o andar de baixo, encontra o mesmo produto da mesma marca na metade do preço? Da aquela vontade de beber veneno!!!

Foi exatamente assim que eu me senti depois desses 8 meses estudando Groovy. Saber que eu passei 14 anos da minha perdendo tanto tempo, digitando tanta porcariada de boilepart e nunca tinha parado para pensar em como estava cansativo, chato e burocrático. Graças ao Groovy, a partir desse mês isso acabou…

Adeus linguagem Java, foi bom enquanto durou, daqui para frente, Groovy forever!

“Depois disto ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem irá por nós? Então disse eu: Eis-me aqui, envia-me a mim”. Isaías 6:8