Mico Java 1

Postado em Atualizado em

Salve save galera, começaremos hoje nossa séria de micos com java, coisas que são permitidas de serem feitas no idioma da linguagem, mas que são sem sentido ou que fura uma boa prática ou pattern de uso geral. Hoje falaremos da síndrome do nome da classe. Eu não sei o motivo, mas peguei por ai muitos programadores repetindo o nome da classe em cada um de seus atributos. Veja um exemplo:

Não existe motivo e nenhum sentido para se fazer tal coisa. Nós já usamos o acesso aos atributos e métodos a partir do próprio objeto. Ou seja, no idioma OOP, o próprio nome do objeto e seu tipo faz parte da nomeação da sintaxe do idioma OOP. Veja um exemplo: cliente.nome = “Fer”; ou cliente.validar();

Lembrando que a linguagem java padrão é estaticamente compilado e tipado, validando assim qualquer sintaxe errada. Outra coisa, isso deixa o código verboso, grande e chato. Cada atributo tem que ser o nome exato referente a característica do que a classe vai possuir. Segue como seria uma forma melhor:

Até a próxima!

Para todas as informações, veja o post inicial dessa série.

“Mas os que vivem de acordo com a verdade procuram a luz, a fim de que possa ser visto claramente que as suas ações são feitas de acordo com a vontade de Deus.” João 3:21

Anúncios