Microservices = Sistemas grandes e complexos

virgula-mulher-duvidaA arquitetura monolítica é um padrão comumente usado para o desenvolvimento de aplicações corporativas. Esse padrão funciona razoavelmente bem para pequenas aplicações, pois o desenvolvimento, testes e implantação de pequenas aplicações monolíticas é relativamente simples. No entanto, para aplicações GRANNNNDESSS E COMPLEXAAASSSSSSSSS, a arquitetura monolítica torna-se um obstáculo ao desenvolvimento e implantação, dificulta a utilização de uma entrega contínua, além de limitar a adoção de novas tecnologias. Para grandes aplicações, faz mais sentido usar uma arquitetura de microservices, que divide a aplicação em um conjunto de serviços.

Acho que tem gente que ainda não entendeu o x dessa questão. Eu ando vendo por ai gente fazendo microservices com meia duzia de classes, entrando em um buraco tão grande problemas resultantes dessa nova abordagem sem nenhuma necessidade. Quando você usa microservices sem precisar, você acaba ganhando de brinde tantos problemas extras, que tem gente passando mais tempo resolvendo eles do que usufruindo dos benefícios dessa nova abordagem arquitetural. Mais uma vez, o modismo e os artigos das revistas tem influênciado os leitores erradamente.

“Eu lhes dou este novo mandamento: amem uns aos outros. Assim como eu os amei, amem também uns aos outros.” João 13:34