Como conseguir emprego com Java?

materia-1Recebo muitos e-mails e mensagens  perguntando assim “como conseguir emprego em Java?”,”conhece alguma empresa que contrata pessoas sem experiência?” ou “estou no primeiro ano de faculdade e gostaria de trabalhar com Java, o que eu tenho que fazer?” e por ai vai. Hoje vou dar dicas para todas elas. Tenho participado nos últimos 5 anos de vários processos seletivos para contratação de equipes Java. O fato mais importante sobre esse assunto é entender que no processo de contratação existe um modelo classificatório, e que no caso de um desenvolvedor Java, essa classificação tem um sequencia bem definida. Vamos a ela:

1. Ter Graduação

O primeiro item que um RH classifica em um candidato Java é o canudo de graduação. Relacionado a engenharia de software, analise de sistemas, processamento de dados etc. Na maioria das empresas, um candidato sem graduação, ou que não esteja na facul é automaticamente desclassificado. Muitas pessoas discordam disso, mas é o critério da maioria das empresas brasileiras. Poderíamos falar que é um requisito obrigatório.

2. Ter Experiência em Java

O segundo item que um RH classifica no candidato Java são as experiências na plataforma. Quanto tempo já trabalha com Java? Quantos projetos reais ele participou? Quantas soluções ele fez que foi para produção? Quais os produtos Java ele usou? Não é um requisito obrigatório, mas tem um peso positivo.

3. Ter Certificações em Java

O terceiro item são as certificações oficiais que ele tem, afirmando que ele tem o “know-how” indicado pelo contexto das certificações. Não é um requisito obrigatório, mas vai diferenciar o candidato.

4. Ter Cursos em Java

O quarto e ultimo item são os cursos que ele fez, comprovando que ele passou algum tempo se dedicando, estudando e aprendendo. Não é um requisito obrigatório, mas também diferencia o candidato.

Depois de entender o modelo classificatório, agora podemos fazer alguns cenários de contratação:

Cenário de Contratação 1: Temos dois candidatos para uma vaga de java web, ambos tem experiência e certificação. Vai ser classificado em primeiro aquele que tiver mais tempo de experiência, ter participado de projetos de maior impacto, etc.

Cenário de Contratação 2: Temos dois candidatos para uma vaga de java junior, ambos não tem experiência e não tem certificação, mas um deles tem vários cursos. Vai ser classificado em primeiro lugar aquele que tem os cursos, provando maior interesse, iniciativa e maior experiência com a plataforma.

Vale lembrar que ser classificado não é o mesmo de ser contratado.

Conclusão

É isso pessoal, você concordando ou não, é assim que a maioria dos RH’s funcionam. Eu mesmo concordo em partes. Uma vez que você entenda como o mercado funciona, você tem condições de tomar ações para que seu currículo possa ir se encaixando nessa classificação e assim entrar no mercado mais rápido.

Para os interessados nas certificações, estou disponível para ajudar no que for preciso. Veja alguns dos meus planos de estudos:

Para os interessados em cursos, a FOR-J disponibiliza uma grade completa de cursos:

“Contudo, em todas as coisas somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou.” Romanos 8.37