Por que o seu sistema é uma porcaria?

morra de rir“A história é sempre a mesma: uma empresa que deseja revolucionar a maneira com que se comunica pela internet, compreende a importância de estar bem posicionado no mercado digital, mas não quer gastar mais do que cinco mil reais com isso.

Basta dar uma navegada no Google em busca de bancas de jornais para que você perceba um padrão: elas costumam valer entre 200 mil a 1 milhão de reais e a sua função por lucro líquido não costuma exceder 1.5% do valor do investimento. Ou seja: uma banca de 200 mil reais acaba lhe remunerando, ao mês, algo em torno de 3 mil na mão. Isso caso você não tenha que pagar por segurança, um funcionário, ou fique doente de vez em quando e não posso abri-la. O fato é que muita gente está disposta a manter um desses negócios, ainda que haja tanta dificuldade envolvendo o processo.

Poderíamos usar aqui outro exemplo; poderíamos falar sobre restaurantes, estacionamentos, lojas de material de construção e até mesmo imóveis. Ninguém aqui espera conseguir um retorno muito maior do que 2.5% ao mês, mesmo que isso implique trabalhar todos os dias — nos feriados, inclusive. Não há almoço grátis, lembra? A realidade é dura e você precisa por o seu dinheiro para trabalhar para você. Bom, no mercado digital isso muda muito.

Imagine que você está pensando em substituir o seu ponto de vendas físico por algo digital. Está afim de acabar de vez com essa necessidade de trabalhar em um shopping, com uma série de funcionários; está cansado de ir ao ministério do trabalho todo mês e estar sempre administrando esse fluxo rotativo de funcionários. Pra você chega! Decidiu-se, enfim, por passar o seu negócio para o digital e existem várias razões para isso.

Depois de muita conversa com a sua esposa e de muita conta feita, alguns vídeos e palestras assistidos, você consolidou essa decisão na sua cabeça. Irá fazer! Será mais um desses tantos empreendedores digitais. As vantagens? Redução de custo, diminuição do fator de aquisição e manutenção do cliente, chega daquelas reservas de caixa obrigatórias para natal e final de ano…chega disso tudo! Agora é você e esse site incrível, que será montado para a sua empresa.

“Trinta mil reais por um sistema?! Você está maluco?!” — é isso que sai da sua garganta, após o primeiro orçamento. Seus ouvidos se fecham para qualquer explicação ou justificativa. Aquele garoto de tatuagens engraçadas só pode estar brincando. Trinta mil por um simples sistema? O seu amigo iria cobrar dois, três, no máximo e capaz de aceitar alguns produtos como permuta!

O sujeito tenta lhe explicar que um bom trabalho custa caro, que envolve uma série de bons profissionais, mas você não escuta. Bloqueia. Ele deve estar mentindo e vai tudo para agência dele. Vai direto para o bolso do patrão dele e que é por isso que o mundo é uma merda. A publicidade te enrola na cara dura e ninguém faz nada em relação a isso.”

Veja o artigo completo aqui – https://medium.com/@carvalho.icaro/porque-o-seu-site-%C3%A9-uma-merda-7e083bf818d7

“Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou, e não torneis a colocar-vos debaixo do jugo da servidão”. Gálatas 5:1