Qual Java framework web MVC escolher ?

Para aqueles como eu que acreditam e confiam planemente no poder da especificação…..já estaria JavaServer Faces “tomando conta” do mercado ?

Para aqueles como eu que abriram mão de outros frameworks web MVC e investiram no JSF acreditando no seu crescimento e amadurecimento pode hoje ter algumas conclusões…..

Veja aqui o post que apresenta uma pesquisa relacionado com o crescimento e procura de frameworks web MVC em java. Os comentários estão de mais e bem polêmicos !!!

Eu ja tenho minha opinião formada a um bom tempo……venho usando somente JSF a 2 anos e acredito fielmente na especificação…e hoje ja podemos colher grandes benefícios disto !!!! Quem sabe não seria legal um novo post só deste assunto 😐

Se caso vc hoje esta passando pelo dilema de escolher um framework web MVC em java para iniciar um novo projeto…fica minha mais uma dica ai 🙂 …..é claro que o assunto esta aberto e cada um que faça sua escolha. Apenas se lembre que: não existe escolha certa ou errada….faça a sua baseada em fatos, requisitos e principalmente o conhecimento das conseqüências.

Veja aqui outro post interessante sobre o assunto.

Abração a todos 🙂

Anúncios

17 comentários em “Qual Java framework web MVC escolher ?

  1. Sem dúvida alguma, se falarmos do presente e futuro, JSF e JPA, estão em um nível acima dos demais frameworks, pois são especificações, e com isso, não ficamos “amarrados” aos vendores, e também já existem hoje no mercado várias implementações gratuitas, que nos permite utiliza-los sem problema algum.
    Com certeza, JSF e JPA, estão se tornando o “bumm”, de J2EE.
    E quem ganha com tudo isso, somos nós, desenvolvedores J2EE.

  2. Também utilizo JSF e seus derivados e estou bastante satisfeito. Tenho um projeto no falecido Oracle ADF Faces (agora Trinidad) e atualmente estou usando o Woodstock (Sun). Isso que é o bacana do JSF (a spec). Da espaço para o surgimento de diveras implementações (myFaces, por exemplo) e a evolução natural da espécie, como o caso dos componentes turbinados com Ajax (o próprio Woodstock) ou formas tranquilas de turbinar (Ajax4JSF).
    Quanto tive que tomar a decisão, há cerca de dois anos, só podia ser isso ou Struts (na melhor das hipóteses Tapestry). E hoje, o que mais existe que se compare ao JSF? Struts2? Aplicações REST? GWT??

  3. A especificação é tudo !!!!….vc pode desenvolver, comprar, baixar, retirar e por quantos componentes quiser como componentes visuais, validadores, kit renderizadores sem detonar a aplicação etc….Eu e o pessoal das antigas sempre acompanharam e usaram muito o struts (desde 2001 – versão 1.x)……mas tenho certeza que o JSF ira passar todas as marcas !!!!!
    Eu me lembro bem que a dois anos atraz quando o JSF esta começando existia um monte de componentes avançados mas pagos !!!! como RichFaces e Galileo e hoje estão open source…na faixa !!! A questão da web 2.0 de aplicativos responsivos com AJAX ficou brincadeira de criança com JSF.
    A sem contar com o principal motivados da especificação que é oferecer as ferramentas RAD’s a especificação padrão que disponibiliza desenvolvimento com editores visuais….mas isso ainda não deslanchou……mas que em um futuro breve estara acontecendo.

  4. Conheço sim Diego e venho acompanhando a algum tempo. O Wicket é diferente de todos os outros baseado na filosofia de modelo de componentes em classes. Com vc tem visto ele realmente é muito fácil de usar e com ele ocorre uma significativa redução código…mas atualmente eu não tenho conhecimento suficiente para compara-lo com JSF. Vejo que ainda é muito cedo para falar dele, uma vez que ele ainda é bastante desconhecido…quem saiba um dia ele ocupe algum espaço no mercado.
    E outra coisa…..só porque ele mais fácil, usa menos código etc etc….não quer dizer nada nada !!! Vale apena acompanharmos a evolução e ver onde vai dar….e se dar em algo……

  5. opa! Excelente topico, realmente JSF + JPA está vindo contudo, tenho estudando as tecnologias menos de 1 ano, mas os beneficios que ja conseguir extrair na fase de desenvolvimento realmente tem contribuido bastante. É como fernando falou a especificacao é tudo…
    abracos,

  6. Conheço o JSF desde a primeira versão. Eu acho que o JSF ainda possui muitos problemas, e é pouco produtivo. Quando foi lançado prometia muito e cumpria pouco. Acreditem, eu era muito empolgado com ele. Devido a ser especificação e já ter sido investido muito dinheiro, continuaram insistindo. Acho que JSF ainda luta para dar certo, e olha que já tem muitos anos. Não concordo que especificação seja tudo. Vejam o exemplo e EJB2, não sei se chegaram a conhecer, devido a complexidade sugiu o Spring, que realmente era bem melhor do que EJBs. Hoje, existe o JBoss Seam, justamente porque JSF é burocratico e complicado. Eu considero que orientação a componentes é um conceito que para ser implementado em web, tem que ser muito bem pensado, não acho que seja o caso do JSF. A um tempo atrás, existia o Tapestry, muito mais maduro do que o JSF é hoje, mas o projeto foi descontinuado. Já vi vários relatos que wicket é melhor do que JSF, mas não utilizei ainda.
    Acho que na especificação, existe mais política do que motivação para fazer algo bom. Então, é preciso ter um senso critico, para analisar e avaliar as ferramentas, e aí sim utilizar. E não, utilizar apenas usar por ser especificação..

    Se especificação fosse tudo.. como foi dito anteriormente.. não existiria espaço para outros frameworks como Spring e Wicket.. (Só um detalhe, a utilização de Spring é de 47% das empresas no mundo. Fonte: http://www.itfacts.biz/47-of-java-shops-use-spring-framework/12000)

  7. Ola Rogel
    Vc realmente não disse nenhuma mentira !! Mas ainda sim tenho a opinião que sempre devemos considerar o produto com especificação pq quem ganha somos nós…Eu tb uso spring a muito tempo e concordo com q vc falou…mas agora teremos o EJB Little que concerteza pode tomar algum espaço do Spring. Existem outras variantes tb…pq exemplos existem framework/componentens proprietários que possuem muita qualidade como o caso do Hibernate, Spring que concerteza se encaixam em tudo isso que vc falou…entretando existem outros que realmente não valem a pena…Mas obrigado por nos fazer crescer com sua opinião. Abraços.

  8. Olá, Parabéns pelo blog!

    Eu gosto muito de programação web e adoro ficar testando alguns frameworks. Já mexi com o Struts 1.x que tomou muito lugar no mercado, mas eu particularmente achava q ele não mudava muito de uma implementação própria com servlet, muita configuração e pouco resultado. Sempre acompanhei meio que de longe o JSF 1.x mas ainda nesta versão comparando com outros frameworks não sentia firmeza, por exemplo eu estudei muito o Vraptor e desenvolvi alguns projetos nele e a rapidez e a forma moderna de se fazer uma aplicação MVC me surpreendeu, depois acabei trabalhando profissionalmente com o Struts2, que mudou completamente da versão 1, muito mais moderno, fácil de se trabalhar e com muitos recursos e plugins. Agora com o JSF 2.0 que estou estudando acho que deve ganhar muita força e acho que vale a pena investir, porém acho que o Struts2 é mais completo apesar de muitos ainda terem um certo de receio, mas talvez quando me aprofundar no JSF 2.0 possa mudar de idéia, porque neste mundo de frameworks, o negócio não é ter preconceito e estar preparado para trabalhar com o melhor. Atualmente estou trabalhando em um local em que não adotaram nenhum framework MVC, somente JPA, pois eles já tem uma estrutura própria e não quiseram abrir mão, tive q me adaptar. que pena porque gosto muito de utilizar frameworks, mas fica para os projetos pessoais. Abraços

      1. Estou mesmo estudando. Tentando entender o papel do ManagedBean que pra mim, por enquanto, está mais para ViewModel do que Controller… e eu não consigo entender quem está fazendo o papel de controller… Pode ser que o meu mindset esteja muito rails-like, faz muitos anos que não acompanho o progresso do Java EE. Tô começando pelo JSF, e por enquanto não tô gostando muito dele não.
        Se eu conseguir enxergar a estrutura do MVC, eu comento novamente.
        Valeu.

      2. Quem vc acha que faz o papel de controller? Por enquanto eu estou enxergando a view (um arquivo xhtml com umas tags para o view engine), o viewModel que é o managedBean, e a configuração de rotas no web.xml. Pra ser um MVC tá faltando o controller. Estou me precipitando no estudo ou são os exemplos que eu peguei que estão malfeitos?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s